Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

​Vereador solicita contratação de professores e outras medidas para melhoria da educação

O vereador Gilson Feitosa (PT) usou o espaço do Grande Expediente da sessão de ontem (24), da Câmara Municipal de Pato Branco, para falar sobre problemas observados por ele na educação municipal.Feitosa relatou que várias pessoas, por telefone ou pessoalmente, tem questionado e solicitado para que ele verifique a situação dos centros de educação infantil e escolas do Município. “Tentando responder a esses pedidos da população, comecei a fazer algumas visitas”, disse.Na a Escola Municipal de Artes de Pato Branco, localizada no Bairro Fraron, o vereador verificou que apenas três professores estão trabalhando, atendendo há apenas 45 crianças, sendo que a capacidade da estrutura é para atender a mais de 200 crianças. De acordo com o vereador, o problema é causado pela falta de profissionais, por isso, ele apresentou requerimento solicitando que o Executivo abra concurso público para contratação de professores para atender a demanda da escola.O vereador também foi até a Escola Municipal Udir Cantu, localizada no Bairro São João. Por meio de requerimento, Feitosa solicitou do Executivo as seguintes ações: reforma da escola para resolver problemas de pintura, infiltração, rachaduras e da cerca; reforma do ginásio (conserto do telhado e melhoria da entrada do ginásio construindo uma ligação coberta até a escola); reforma da antiga creche, ao lado da escola, transformando-a em salas de aula para o funcionamento das oficinas; contratação de mais uma zeladora e mais uma merendeira; e início dos projetos e oficinas, como artes marciais, futebol e dança.Feitosa visitou ainda o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Frei Sérgio, localizado no Bairro Bela Vista. Segundo ele, a falta de profissionais está causando um problema grave. “Existem casos em que, no período das 14h às 18h30, as zeladoras estão ficando no lugar das auxiliares ou professoras. Existem também servidores  que estão trabalhando das 7h às 18h30, totalizando 11 horas de trabalho”, relatou.