Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Braun afirma que mudanças podem ser feitas antes das assinaturas

O Estacionamento Regulamentado (Estar) em Pato Branco depende de duas assinaturas para poder ser implantado, do comandante geral da Polícia Militar, Coronel Nemésio Xavier França Filho, e do secretário da Segurança Pública do Paraná, Luiz Fernando Delazari. O vereador Osmar Braun (PV), afirmou na última sessão ordinária da Câmara Municipal de Pato Branco, realizada no último dia 5, que existem alterações necessárias no sistema viário e que não dependem dessas assinaturas para serem implantadas.“Estive com o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Pato Branco (IPPUPB), arquiteto Rubens Ciro Calliari Jr., e o diretor municipal de trânsito de Pato Branco, Esaú Sampaio, sobre o Estar e fiquei preocupado. Esse foi o primeiro projeto que entrou na câmara em nossa legislatura, e depois de dois anos ainda não está funcionando”, disse.Braun acredita que essa demora, e problemas que acontecem na saúde, são questões de planejamento, para ele, falta um coordenador de projetos, que determinaria o que seria feito e daria prazos. “Na engenharia isso é chamado de compatibilização de projetos, o profissional reúne todos os projetos e determina o que pode ser feito e em que ordem”, sugerido.“Para implantar o Estar é necessário fazer alterações no sistema viário, que o Plano Diretor determinou. Teremos vias de mão única, por exemplo, será que isso depende dessas assinaturas?”Segundo ele, não é necessário esperar pela assinatura dessas pessoas para tomar várias medidas. “O sistema viário precisa mudar. As pessoas que foram contratadas como agentes de trânsito, não poderiam estar sendo capacitadas? Precisamos fazer um trabalho educativo, para as pessoas se habituarem ao Estar. Para que não haja impacto no comércio, é preciso fazer a mudança do sistema viário antes”, ressaltou.Braun ainda salientou que existe a pretensão de colocar as placas do Estar antes de mudar o sistema viário. “Vamos gastar duas vezes? Colocamos as placas agora para que o estacionamento funcione por um tempo, e depois com a mudança do sistema viário, mudamos as placas de lugar?”