Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Cantu defende redução da tarifa do transporte coletivo e Casa do Estudante

O vereador Raffael Cantu (PC do B ) usou o espaço do Grande Expediente na sessão de quarta-feira, dia 3, da Câmara Municipal, quando comentou sobre a construção da Casa do Estudante de Pato Branco. Ele explicou que, o prefeito Augustinho Zucchi (PDT) se comprometeu a doar uma área para a construção do espaço físico.Cantu abordou, ainda, a redução da tarifa do transporte coletivo, argumentando que as empresas foram contempladas com as medidas do governo federal que desonerou tributos. As empresas estão isentas do pagamento do PIS e do Confis, porém ainda não reduziram o valor da tarifa.Também cobrou um relatório com dados a respeito da planilha de custos, número de pessoas transportas e a desburocratização do meio-passe ao estudante, ampliação dos direitos para garantia de uma formação integral e não reducionista, a integração de linhas. “É preciso abrir a caixa-preta das empresas”, acrescentou.**Projeto**O vereador anunciou que havia protocolado um projeto de lei que altera dispositivos referentes ao Passe Estudantil à Lei Geral do Transporte Público. O projeto altera o artigo 62, da legislação. “Aos estudantes regularmente matriculados no ensino fundamental, médio, técnico e superior, em quaisquer de suas modalidades, dos estabelecimentos de ensino público e privado no Município, fica assegurado 50% de desconto na tarifa praticada no transporte coletivo urbano, distrital ou interiorano, considerando: Limite de 100% de créditos mensais a partir da comprovação de matrícula, sendo garantida a utilização em qualquer tempo, incluindo férias, finais de semana e recessos, sendo vetado a sua utilização limitada ao uso exclusivo em período letivo regular. Comprovante de assiduidade ou frequência semestral mínima exigida pelas normas educacionais”. O líder do governo, Claudemir Zanco, Biruba (PSD), disse que o prefeito vai isentar do ISSQN, empresas que operam o transporte coletivo. A medida, afirma o vereador, vai reduzir a tarifa. O líder também explicou que é favorável à medida, o procedimento, para ampliar o processo de transparência, de informação, entre empresas, usuários e o Poder Público. O líder do PV, Ito Oliveira, também fez referência ao valor da tarifa do coletivo, salientando que, o valor da tarifa é muito elevado, comparado com algumas cidades, sem contar, com a precariedade do setor. “Estamos fazendo um levantamento para saber qual é o custo do quilometro rodado”, antecipou.O líder do PMDB, vereador Guilherme Silverio, recordou o papel do Legislativo, que iniciou a discussão e aprovou a Lei Geral do Transporte Público. A legislação, conforme o vereador, gerou inúmeros benefícios aos usuários como, por exemplo, catraca eletrônica e a possibilidade de integração das linhas, a seu ver, é necessário continuar evoluindo, buscando melhorias. E ainda, afirmou Guilherme, que o órgão gestor também é fruto de proposta da Câmara de Vereadores.O estudante Eduardo Fernando Balbinotti , usou Tribuna Livre, oportunidade em que criticou o sistema de transporte público, a composição do Conselho Municipal de Transporte Coletivo (CMTC), e, falou da necessidade da integração de linhas, o passe único. Em seguida, o líder o PDT, vereador Vilmar Maccari, anunciou que dentro dos próximos dias, o Município vai consolidar a integração de linhas na sua totalidade, pois, o estudo, o projeto está concluído. Atualmente, algumas linhas já estão integradas. Segundo o vereador, anualmente mais 25000 pessoas não pagam o transporte público em Pato Branco.