Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Ubiracy José Tesserolli

Em sessão ordinária, vereadores debatem a Campanha Abril Verde

No mês de abril duas datas importantes são lembradas: 7 abril Dia Mundial da Saúde e 28 de abril Dia Mundial das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho. A mobilização tem o objetivo de reduzir os acidentes e os prejuízos à saúde do trabalhador.

Para falar da Campanha Abril Verde, dedicado à discussão com a sociedade e à articulação de medidas a respeito da saúde e segurança no ambiente do trabalho, participaram da sessão do Legislativo, a procuradora do trabalho, Luíza Carvalho Rodrigues e a enfermeira da Regional de Saúde Pato Branco, Melody Oliveira. O convite havia sido formulado pelos vereadores Gilson Feitosa (PT) e Ronalce Moacir Dalchiavan (PP).

Segundo os dados do Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho,  Pato Branco registrou 139 afastamentos (auxílio-doença por acidente de trabalho em 2017).  A despesa somou mais de R$ 600 mil.

Os setores econômicos com mais afastamentos: comércio varejista, madeira e materiais de construção, fabricação de esquadrias, fabricação de móveis, construção civil, fabricação de fogões, refrigeradores e máquinas de lavar e secar para uso doméstico, criação de aves, fabricação de embalagem, material plástico, transporte rodoviário de máquinas e administração pública, setor que figura com o maior número de afastamentos (75). Entre os motivos dos afastamentos, fratura ao nível do punho e da mão, lesões do ombro, dorsalgia, fratura do antebraço, ferimentos do punho e da mão.  Os acidentes de trabalho provocaram três mortes, registradas em 2014, 2015 e 2017.

No município de Pato Branco, de acordo com o site do observatório, foram registrados 1.058 auxílios-doença por acidente de trabalho no período de 2012 a 2017. O impacto previdenciário dos afastamentos  foi superior a R$ 7 milhões, com a perda de 170.713 dias de trabalho.

Projeto

A procuradora comentou o projeto de lei, dos vereadores Gilson e Ronalce, que institui a Campanha de Prevenção de Acidentes de Trabalho e Doenças Ocupacionais, o Abril Verde, em Pato Branco. Para ela, é uma inciativa importante, pois vai auxiliar as entidades no processo de transmissão de conhecimento, da relevância das ações preventivas.

Agricultura

A sugestão do vereador Rodrigo Correia (PSC) que prevê ações preventivas por parte dos fabricantes de máquinas agrícolas, pois, relatou o vereador, o número de acidentes que envolvem operadores de máquinas é elevado, principalmente na região. Ele perguntou se o Ministério do Trabalho pode efetuar notificações às revendas para que realizem palestras, orientações, a fim de prevenir acidentes  nas áreas rurais?

A procuradora explicou que, existe uma norma que regulamenta o trabalho rural, a norma prevê ações de capacitação.  A sugestão  de envolver fabricantes e concessionárias de máquinas agrícolas é possível, afirma a procuradora Luíza, vejo de maneira positiva.