Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Rodrigo

Fabricio debate assuntos ligados ao meio ambiente em reunião na Câmara

Desde o início de sua atuação pública e uma das bandeiras durante a campanha para o Legislativo Municipal, o vereador Fabricio Preis de Mello (PSD) sempre defendeu os interesses ligados ao meio ambiente. Na última quinta-feira (05), ele esteve reunido com representantes da Secretaria Municipal e demais entidades.

Durante a reunião, em pauta estiveram assuntos relacionados ao aterro sanitário, mutirão de recolhimento de entulhos e do lixo reciclável, containers públicos e a distribuição de bags. Preocupado com a questão do volume do aterro sanitário, o vereador chamou a atenção pra um problema que precisa ser solucionado.

“O aterro foi projetado para uma vida útil de 10 anos. Porém, com menos de quatro anos, ele já chegou próximo de sua capacidade máxima. É necessário um novo projeto e a viabilização de recursos para que possamos buscar uma solução efetiva para isso”, destacou.

Atualmente, o município vem enfrentando problemas com relação ao descarte de materiais. Segundo o chefe do aterro sanitário, Normélio Bonatto, é preciso ações contínuas de conscientização para que tais materiais contaminados não sejam descartados de forma equivocada no aterro.

Para que isso seja evitado, os participantes evidenciaram a importância da implementação por parte das empresas municipais dos Planos de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS). A iniciativa é vista de forma positiva por Fabricio, já que garantiria uma destinação mais apropriada para o lixo gerado.

“Os debates em torno da implantação dos planos é um objetivo da Câmara no intuito de que as empresas possam, por meio dele, identificar a tipologia e a quantidade de geração de cada tipo de resíduos, possibilitando assim seu manejo mais adequado, assim como seu acondicionamento, transporte e destinação”, pontuou.

Hoje são em torno de 80 mil pessoas gerando lixo todos os dias em Pato Branco. Fabricio lembrou que essa preocupação precisa fazer parte das ações voltadas ao planejamento do Plano Diretor do Município. Segundo ele, é preciso que todas as secretarias participem para que haja um crescimento ordenado da cidade nos próximos anos.

“Essa é uma preocupação muito grande do Legislativo. Solicitamos na reunião a integração de todas as secretarias municipais no Conselho Municipal do Plano Diretor (Coplan), pois sabemos que a cidade vai expandir, e é preciso que esse crescimento aconteça de forma organizada e garanta a prestação de todos os serviços essenciais à população, entre eles a coleta eficiente do lixo”.

Lixo reciclável

Na reunião, foi debatida a possibilidade de implantação de um projeto nos supermercados para que sejam entregues aos consumidores dois tipos de sacolas. Uma branca destinada ao lixo orgânico e outra azul para o lixo reciclável. A ação, na avaliação dos participantes, ajudaria o consumidor final a separar de forma ainda mais organizada o lixo produzido. Outra possibilidade levantada foi a do município fazer a aquisição de pacotes de lixo reciclável e a Prefeitura disponibilizar para as famílias durante a entrega dos carnes do IPTU. Ambas propostas serão analisadas.

Decreto N º 7.843

A reunião contou ainda com a participação de representantes de empresas que fazem a coleta de entulhos. Eles entregaram oficialmente ao Legislativo documento no qual solicitam a alteração do decreto para que torne possível a permanência de caçambas em bairros do município nos sábados, domingos e feriados. Para Fabricio, a mudança no decreto é necessária já que as caçambas acabam contribuindo na prevenção de possíveis epidemias, como a dengue, pelo fato de servirem como locais de descarte mais apropriado de lixo.

Participaram ainda, o diretor de Desenvolvimento Rural, José Nilton Sanguanini, o coordenador da Cooperativa de Lixo Reciclável, Oraides Maranoski, Djalma Giacomoni, do setor de Limpeza Pública e Paisagismo, Jonas Borges, da secretaria do Meio Ambiente, entre outros convidados.