Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Ubiracy José Tesserolli

Investimentos são debatidos em audiência pública de prestação de contas

Os números do segundo quadrimestre de 2017 revelam que as despesas do Governo Municipal, a execução orçamentária gerou um déficit de R$ 7.461.787, 20. Segundo esclareceu Marcelo Giasson, Diretor do Departamento de Contabilidade da prefeitura, o resultado negativo se deve a antecipação dos empenhos, dos valores pagos aos hospitais e referentes há dois meses.  A alteração segue orientação do Tribunal de Contas (TC).

De acordo com Giasson, se o procedimento não fosse realizado, a execução orçamentária apresentaria um superávit de mais de R$ 3 milhões, por conta de valores de convênios a receber, os quais estão empenhados (R$ 3.265.217,73).

No quadrimestre,  arrecadação sofreu uma queda de aproximadamente 17%, ou seja, o Município deixou de receber mais de R$ 14 milhões. A redução ocorreu na transferência do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) e do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). No quadrimestre, a receita foi de R$ 85.788.136,03. A despesa chegou a R$ 93.249.923,23.

A De acordo com os dados a prestação contas, conforme a vereadora  Marines Boff Gerhardt (PSDB), da Comissão de Orçamento e Finanças, o maior investimento é realizado na área de saúde, no quadrimestre o valor chegou a R$ 31.039.213,68. Depois vem com a Educação.

Em relação aos investimentos em saúde, a seu ver, o gasto está muito alto, o que exige uma análise, um repensar, por exemplo, investir no processo de saúde preventiva, nas equipes do Programa Saúde da Família, que antecede a saúde curativa.  Conforme Marines, esses procedimentos estão na agenda de trabalho da nova Secretaria Municipal de Saúde.