Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Legislativo homenageia trabalho voluntário e a campanha de doação de medula óssea

A campanha de doação de medula óssea “Corrente do Bem – Fazer o Bem Sem Olhar a Quem”, recebeu durante a sessão de segunda-feira (01), da Câmara Municipal de Pato Branco, Moção de Aplauso de autoria dos vereadores Claudemir Zanco, Biruba (PROS) e Augustinho Polazzo (PROS). A moção foi entregue pelos vereadores a protagonista da campanha Marilene Meneguzzo Schnornberger, que aos 51 anos, após alguns exames, recebeu a confirmação de que estava com carcinoma mamário evasivo. Ela comentou que, “quando propôs a campanha não espera a ser homenageada pela Câmara de Vereadores, pela comunidade”, a gente pensou na campanha, porque existe um grande número de pessoas que precisa de ajuda, da doação de medula, e, ainda, porque não havia qualquer movimentação mais abrangente visando a doação de medula óssea. Após passar pelo câncer e ainda em tratamento, conheceu de perto a realidade de quem passa pela doença, ficou solidária com o sofrimento que a mesma trás e percebeu que há um despreparo das pessoas em lidar com ela, em especial com a leucemia, pois há muitas campanhas em relação à prevenção do câncer de mama e de próstata, mas quase não há campanhas incentivando a doação de medula óssea. Como a maior faixa etária que sofre com esse tipo de câncer é a de crianças e adolescentes decidiu fazer algo para ajudar e promover a campanha, que tem o objetivo de ajudar as famílias a encontrar doadores compatíveis para ajudar no tratamento da doença com o transplante de medula óssea. A campanha começou no dia 27 de setembro de 2014, inicialmente, com funcionários da Ciretran e amigos, mas logo tomou uma proporção inesperada.Funcionários das autoescolas, empresas, escolas, alunos de faculdades, pessoas de outros municípios e comunidade em geral aderiram à campanha e foram até o Hemocentro fazer o cadastro de doador de medula óssea. Até o momento mais de 1000 pessoas já fizeram o cadastro, cujos dados ficam reunidos no banco de dados do Redome, no Rio de Janeiro. Foi encontrado dentre os doadores da campanha uma pessoa compatível que será um provável doador. Uma segunda pessoa está refazendo exames.***Internet***Na rede social, a campanha tem uma página no fecebook e conta com mais de 5000 seguidores. Para aderir à campanha da corrente bem, segundo Marilene, a pessoa deve procurar um Hemocentro mais próximo da sua casa, levar identidade, ter idade entre 18 anos a 55 anos, e preencher um cadastro.Em seguida é feita a coleta de sangue, cerca de 5 ml, posteriormente, o castrado é enviado ao Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), órgão que fará a busca de compatibilidade. Pelos dados, conforme Marilene, existe um número muito elevado de crianças portadoras de leucemia.A medula óssea é o tecido encontrado no interior dos ossos, também conhecido popularmente por “tutano”, que tem a função de produzir as células sanguíneas: glóbulos brancos, glóbulos vermelhos e plaquetas.