Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Legislativo possibilita que cooperados da Coohapb possam construir mais de 50m²

A Cooperativa de Habitação Urbana de Pato Branco (Coohapb) está concluindo o seu primeiro loteamento, o Coohapb I, localizado entre os bairros Planalto e Bela Vista. Porém, na hora de construir suas residências, os cooperados se depararam com a legislação municipal que estabelece para a Zona Especial de Interesse Social (Zeis) em que o loteamento está incluso um limite de construção de no máximo 50m².A cooperativa procurou o vereador Gilson Feitosa (PT) que apresentou dois projetos de lei complementar (5/2013 e 6/2013) que alteram a Lei de Uso e Ocupação do Solo (Lupa) e o Plano Diretor. As alterações propostas tem o objetivo de permitir que possam ser construídas residências com área superior aos 50m² limitados pela legislação atual.O projeto foi debatido pelos técnicos do Conselho do Planto Diretor de Pato Branco (Coplan), que aprovaram a alteração na legislação, propondo que as construções na Zeis em questão pudessem ter taxa de ocupação máxima de 50%. Com isso, os terrenos de 180m² que compõem o loteamento poderão comportar construções de até 90m². Além disso, também será permitida a construção de residências com dois pavimentos.“A legislação não permitia, caso a família melhorasse a sua condição financeira, a ampliação da residência em mais de 50m². O objetivo das matérias é permitir que as pessoas tenham a possibilidade de ter uma casa digna para viver com a família, e não ficarem limitadas a uma construção de 50m²”, justificou o proponente, vereador Gilson Feitosa.O vereador Claudemir Zanco, o Biruba (PSD), destacou a importância da conquista, que irá beneficiar os cooperados, e ressaltou que a questão também foi aprovada para toda a Zonal Sul, que estava limitada em uma taxa de ocupação máxima de 30%.“Nós vereadores contribuímos para a realização desse loteamento, desse desafio que a diretoria da cooperativa assumiu. Agora, nós vereadores, novamente iremos contribuir com a Coohapb tornando lei essa alteração que foi aprovada pelo Coplan”, disse Biruba. A votação dos projetos foi acompanhada pelo presidente da Coohapb, Douglas Roberto Lopes dos Santos, e por vários cooperados.