Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Legislativo presente no ato de implantação do sistema eletrônico na Subseção d

A Justiça Federal e o Tribunal Regional da 4ª Região (TRF4) estão concluindo o cronograma de instalação do processo eletrônico nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Nesta quinta-feira à tarde, o processo eletrônico foi instalado na Subseção de Pato Branco, em cerimônia realizada na sala de reuniões da entidade localizada centro da cidade. A subseção atende dos municípios de Bom Sucesso do Sul, Chopinzinho, Clevelândia, Coronel Domingos Soares, Coronel Vivida, Honório Serpa, Itapejara do Oeste, Mangueirinha, Mariópolis, Palmas, Rio Bonito do Iguaçu, Saudade do Iguaçu, São João, Sulina, Vitorino e Pato Branco.A partir de agora, todas novas ações que forem protocoladas serão totalmente virtuais, dispensando o uso do papel, disse o juiz federal Sérgio Renato Garcia, coordenador da Comissão de Informática do Tribunal Regional Federal, acrescentando que o mesmo sistema vai ser implantado a partir do mês de março, no Tribunal de Porto Alegre, de Segundo Grau. O diretor do Foro da Seção Judiciária do Paraná, Danilo Pereira Junior, que presidiu o ato de implantação do sistema eletrônico na subseção de Pato branco, explicou que a ferramenta além de economizar recurso público, é uma medida ecologicamente correta, pois elimina o uso de papel. Para ele, o maior objetivo é a eficiência, a celeridade desses processos, pois, segundo levantamento, a Justiça poderá reduzir em até 70%, o tempo de tramitação dos processos.**Legislativo:** O vereador Claudemir Zanco (PPS), representou a Câmara Municipal na cerimônia que contou ainda com a presença do vice-prefeito Daniel Cattani (PSDB), da diretora do Foro da Subseção Judiciária de Pato Branco, Liane Vieira Rodrigues, do presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), subseção de Pato Branco, Luiz Corona. O vereador Claudemir Zanco comentou que a ferramenta é importante, à medida que, promove a inclusão da informação, ou seja, o cidadão diretamente ligado ao processo poderá acompanhar o andamento na Justiça Federal em tempo real. O presidente da OAB de Pato Branco, Luiz Corona, destacou que a tecnologia da informação tem o objetivo de agilizar o processo e, com isso, contemplar o jurisdicionado, de quem busca o seu direito perante o Poder Judiciário.