Carlinho Antonio Polazzo (PROS)

Pato Branco, PR °min °max
Carlinho Antonio Polazzo (PROS)

Eleito(a) por: 1650 votos
Partido: Partido Republicano da Ordem Social
e-mail: polazzovereador@gmail.com
Telefone: (046) 99112-2722

pros

Últimos requerimentos apresentados:

  • [19/06/2017] 23. Dos vereadores Carlinho Antonio Polazzo – PROS, José Gilson Feitosa da Silva – PT, Marco Antonio Augusto Pozza – PSD, Rodrigo José Correia – PSC e Ronalce Moacir Dalchiavan – PP, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Gerente da Unidade Regional de Pato Branco da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar), Aderbal Luiz Roncatto, solicitando informar o motivo pelo qual a Sanepar há dias vem falhando quanto ao fornecimento de saneamento (água potável) no Município de Pato Branco, uma vez que nos dias 16, 17 e 18 de junho de 2017, novamente os Bairros Aeroporto, Fraron, Veneza, Bonatto e Gralha Azul perceberam falta de água. Assim, solicita-se informar o motivo desses problemas ocorrerem semanalmente.
  • [12/06/2017] 1. Do vereador Carlinho Antonio Polazzo – PROS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Presidente do Sindicato Rural de Pato Branco, Oradi Francisco Caldato; e ao Chefe da Regional de Pato Branco da SEAB, Ivano Carniel, convidando-os para participarem de uma sessão ordinária da Câmara Municipal, com data a ser agendada, para falar sobre o Programa Pro Solo.
  • [12/06/2017] 2. Do vereador Carlinho Antonio Polazzo – PROS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Comandante do 3º Batalhão de Polícia Militar, Ten.-Cel. Robertinho da Luz Dolenga; e ao Chefe do Escritório Regional do IAP, Valmir Tasca, solicitando parecer acerca da possibilidade de instalação de estrutura da Polícia Verde junto ao Parque Ambiental Vitório Piassa.

Últimas indicações apresentadas:

  • [14/06/2017] 2. Dos vereadores Carlinho Antonio Polazzo – PROS, Fabricio Preis de Mello – PSD, Januário Koslinski – PSDB, Joecir Bernardi – SD, Marco Antonio Augusto Pozza – PSD e Rodrigo José Correia – PSC, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando ao mesmo para que analise a possibilidade de enviar a esta Casa de Leis Mensagem visando a alteração da Lei nº 3.494, de 15 de dezembro de 2010, que institui o Conselho Municipal em Defesa do Idoso, notadamente nos seus arts. 10 a 20, no que concerne ao Fundo Municipal dos Direitos do Idoso – FMDI.
  • [27/03/2017] 1. Do vereador Carlinho Antonio Polazzo – PROS, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando a criação do cargo de Assessoria da Juventude, no âmbito da estrutura organizacional da administração municipal. Considerando o número crescente de jovens em nosso município, entendemos ser fundamental ter na estrutura organizacional da administração municipal a função de assessoria da juventude, visando termos uma pessoa com atribuições específicas de tratar de políticas e ações voltadas aos jovens. Desta forma o poder público estará dando prioridade ao desenvolvimento de políticas e ações administrativas voltadas aos jovens, onde a referida assessoria irá buscar a integração das secretarias municipais, buscando a realização de ações voltadas à juventude.
  • [08/03/2017] 1. Dos vereadores Carlinho Antonio Polazzo – PROS, Claudemir Zanco – PDT, Fabricio Preis de Mello – PSD, Joecir Bernardi – SD, José Gilson Feitosa da Silva – PT, Marco Antonio Augusto Pozza – PSD, Marines Boff Gerhardt – PSDB, Moacir Gregolin – PMDB, Rodrigo José Correia – PSC, Ronalce Moacir Dalchiavan – PP e Vilmar Maccari – PDT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando para que a municipalidade implante cronograma de trabalho noturno a agentes de trânsito, visando a realização de fiscalização e trânsito, incluindo a questão do som alto em veículos na via pública, atendendo normativas do Contran, onde tal conduta passou a ser tipificada como infração de trânsito, estando portanto sujeita às atribuições do Depatran. Tal proposição surgiu de sugestão da população que participaram da audiência pública realizada na Câmara Municipal de Vereadores, com o objetivo de discutir a poluição sonora e a perturbação do sossego público. A fiscalização no período noturno por parte do Depatran se tornou uma necessidade após a entrada em vigor da normativa em outubro de 2016, considerando que o maior índice de ocorrências desta natureza é no período noturno, razão pela qual sugerimos que seja implantado um cronograma em determinados dias com o número necessário de agentes.