José Gilson Feitosa da Silva (PT)

Pato Branco, PR °min °max
José Gilson Feitosa da Silva (PT)

Eleito(a) por: 1168 votos
Partido: Partidos dos Trabalhadores
e-mail: gilsonfeitosaadv@gmail.com
Telefone: (46) 3272-1533

pt

Últimos requerimentos apresentados:

  • [21/06/2017] 9. Do vereador José Gilson Feitosa da Silva – PT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, solicitando para que através do Departamento Municipal de Trânsito (Depatran), envie a essa Casa de Leis cópia do regimento interno, especificando as atribuições e responsabilidades do órgão.
  • [21/06/2017] 10. Do vereador José Gilson Feitosa da Silva – PT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, solicitando para que através do departamento competente, encaminhe cópia da última vistoria realizada no veículo automotor de transporte coletivo destinado ao transporte de estudantes oriundos da Sede Gavião e Sede Dom Carlos.
  • [21/06/2017] 11. Do vereador José Gilson Feitosa da Silva – PT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, solicitando para que através do departamento competente, apresente a notificação entregue à 7ª Regional de Saúde situada na Rua Tapajós, n° 470, Centro, referente a sinalização horizontal da via, bem como comprovação da devida regularização.

Últimas indicações apresentadas:

  • [08/03/2017] 1. Dos vereadores Carlinho Antonio Polazzo – PROS, Claudemir Zanco – PDT, Fabricio Preis de Mello – PSD, Joecir Bernardi – SD, José Gilson Feitosa da Silva – PT, Marco Antonio Augusto Pozza – PSD, Marines Boff Gerhardt – PSDB, Moacir Gregolin – PMDB, Rodrigo José Correia – PSC, Ronalce Moacir Dalchiavan – PP e Vilmar Maccari – PDT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando para que a municipalidade implante cronograma de trabalho noturno a agentes de trânsito, visando a realização de fiscalização e trânsito, incluindo a questão do som alto em veículos na via pública, atendendo normativas do Contran, onde tal conduta passou a ser tipificada como infração de trânsito, estando portanto sujeita às atribuições do Depatran. Tal proposição surgiu de sugestão da população que participaram da audiência pública realizada na Câmara Municipal de Vereadores, com o objetivo de discutir a poluição sonora e a perturbação do sossego público. A fiscalização no período noturno por parte do Depatran se tornou uma necessidade após a entrada em vigor da normativa em outubro de 2016, considerando que o maior índice de ocorrências desta natureza é no período noturno, razão pela qual sugerimos que seja implantado um cronograma em determinados dias com o número necessário de agentes.
  • [22/06/2016] 2. Dos vereadores Claudemir Zanco – PDT, Enio Ruaro – PR, Geraldo Edel de Oliveira – PV, José Gilson Feitosa da Silva – PT, Leunira Viganó Tesser – PDT e Vilmar Maccari – PDT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando para que viabilize 5% (cinco por cento) do recurso financeiro que será devolvido pela Câmara Municipal do ano de 2016, para o Lar dos Idosos São Vicente de Paula. O Lar dos Idosos São Vicente de Paula necessita deste recurso para manutenção da entidade, buscando realizar projeto de readequação conforme solicitado pelo Corpo de Bombeiros, aquisição de equipamentos e melhoria na infraestrutura, dentre outras necessidades.
  • [12/08/2015] 2. Dos vereadores Augustinho Polazzo – PROS, Claudemir Zanco – PROS, Clóvis Gresele – PP, Enio Ruaro – PR, Geraldo Edel de Oliveira – PV, Guilherme Sebastião Silverio – PROS, José Gilson Feitosa da Silva – PT, Laurindo Cesa – PSDB, Leunira Viganó Tesser – PDT e Vilmar Maccari – PDT, no uso de suas atribuições legais e regimentais, requerendo seja oficiado ao Executivo Municipal, indicando para que envie ao Legislativo Municipal nova proposta e mais ampla de Projeto de Lei para regulamentar quando houver necessidade do servidor ausentar-se do serviço para fazer o acompanhamento do dependente em consultas médicas, ficando ao mesmo assegurado o direito a ausência remunerada com comprovação através de atestado médico.