Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Lei que cria Pólo Eletroeletrônico no Sudoeste deve ser alterada

A Lei Estadual nº 14.895/2005, que oferece benefícios em relação ao ICMS, para estabelecimentos industriais de produtos eletroeletrônicos, de telecomunicação e de informática, em favor de empresas localizadas em Foz do Iguaçu, está preocupando Executivo e Legislativo de Pato Branco.Isso porque os proprietários da empresa Visum manifestaram a intenção de mudar a filial para Foz do Iguaçu, buscando os benefícios da lei nº 14.895. Na semana passada, funcionários da empresa recolheram mais de 3 mil assinaturas pela alteração da lei que beneficia Foz do Iguaçu, para que estenda o benefício a Pato Branco.Segundo o primeiro secretário da Câmara Municipal de Pato Branco, Aldir Vendruscolo (DEM), para estender os benefícios da lei para Pato Branco, lideranças políticas da região buscaram deputados estaduais em busca de uma solução. O deputado estadual Augustinho Zucchi (PDT) apresentou emenda na lei nº 14.895 estendendo os benefícios concedidos a Foz do Iguaçu para Pato Branco. A emenda recebeu apoio do deputado estadual Nereu Moura (PMDB). Porém, em conversa com o deputado estadual Reni Pereira (PSB), autor da lei nº 14.895, surgiu a proposta de emendar a lei que criou o Pólo Eletroeletrônico no Sudoeste, de autoria de Zucchi, incluindo o benefício de ICMS. “Por meio de uma lei estadual que cria o Pólo Eletroeletrônico em Foz do Iguaçu e, além disso, estabelece o incentivo de ICMS, aquele município conseguiu o benefício. Seguindo esse exemplo, surgiu a proposta de emendar a lei que criou o Pólo Eletroeletrônico no Sudoeste. Dessa forma, Pereira se propôs a ser relator, e com a assinatura de todos os deputados da região, a aprovação na assembléia seria unânime. Isso porque demais municípios não tem uma lei estadual que cria Pólo Eletroeletrônico”, relatou Vendruscolo.