Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Ubiracy José Tesserolli

Lideranças do São Francisco visitam creche e pedem urgência nas ações

A empresa S.A. Follmer-Construção e Serviços-responsável pela execução do remanescente da obra da creche São Francisco reinicia as obras de construção da unidade. O empresário Gerson Rogério Follmer, não quis gravar entrevista, mas afirmou que o trabalho foi paralisado pela total falta de pagamento. O dinheiro é repassado pelo Ministério da Educação e tem origem o Fundo Nacional Desenvolvimento da Educação (FNDE).

A retomada do trabalho está acontecendo, segundo o empresário, porque o Município fará um adiantamento no valor de R$ 120 mil. A empresa tem a receber, lembra o empresário, mais de R$ 500 mil da União. É possível que a construção venha a ser concluída em aproximadamente quatro meses.

Moradores

O vereador Claudemir Zanco, Biruba (PDT), e lideranças do bairro visitaram a unidade e conversaram com o empresário. Parte da estrutura está avariada, um vendaval danificou a cobertura. A maioria do material necessário para concluir a construção está depositada no canteiro de obras e no interior da creche.

O presidente da Associação de Moradores, João Demetrio Ribeiro Neto, entende a situação do da empresa, mas, novamente se não se processar o repasse de recurso por parte da União à obra vai ser paralisada. Outra preocupação é com o prazo de entrega, mais de quatro meses. Ele defende que a Justiça Federal deve ser acionada para atuar junto ao Ministério da Educação e resolver de vez a situação, podendo, em sua opinião, o Município vir a assumir a administração da obra.

Biruba destacou que é premente a participação da União e o caminho é o Ministério Público Federal e o FNDE. A população não pode conviver com essa indecisão, pois dezenas de crianças poderiam estar frequentando a creche, porém, muitas não têm mais idade, estão em outra faixa etária. “Precisamos dar o retorno à comunidade. O Legislativo, a instituição, também estará engajada nas ações em prol da comunidade”, afirma Biruba.