Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Maccari trabalha pela descentralização dos exames para obtenção de carteira

Para fazer ou renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) os portadores de necessidades especiais precisam se deslocar até Curitiba, na sede do Departamento Nacional de Trânsito (Detran), único local do Paraná onde esse processo é realizado. Em reunião realizada hoje (11) em Curitiba, com o diretor geral do Detran, coronel David Antônio Pancotti, e o seu chefe de gabinete, capitão Suildo Biscaia, o vereador Vilmar Maccari (PDT) buscou a descentralização desse atendimento, para diminuir a distância que os portadores de necessidades especiais precisam percorrer quando precisam dos serviços.Durante a reunião, Pancotti relatou que no ano passado houve licitação para contratar clínicas para realizar os serviços em vários municípios estratégicos, mas que não houve êxito. Para este ano, ele confirmou a realização de nova licitação e o município de Pato Branco será beneficiado. “Pude sentir durante a reunião que o Detran tem a intenção de descentralizar esse atendimento, vendo a dificuldade das pessoas de se deslocar para a capital para fazer os exames necessários”, relatou Maccari, que saiu da reunião confiante de que em médio prazo o município terá esse serviço a disposição dos pato-branquenses e de todo o sudoeste do Paraná. “Estarei empenhado para que isso se torne realidade, conversando com médicos e mantendo contato com o Detran, que percebeu o interesse de Pato Branco”, disse.**Simulador**As clinicas que vencerem a licitação que o Detran pretende realizar neste ano poderão fazer os exames necessários para a CNH. Porém, se houver dúvidas sobre a necessidade de uma pessoa usar automóvel adaptado, ela deverá ir a capital do estado fazer exame em um simulador, equipamento que, através de vários sensores e do acompanhamento de um médico especializado, determina se a pessoa precisa ou não de uma adaptação para dirigir.Segundo Biscaia, o equipamento é produzido somente na Itália e existem apenas outros dois simuladores no Brasil similares ao que existe na sede do Detran em Curitiba. “O equipamento é muito interessante e produz uma avaliação de grande exatidão”, destacou Maccari. De acordo com o vereador, o simulador, além de determinar a necessidade de adaptação do automóvel pode evitar que pessoas que não tem habilidade suficiente obtenham categorias de habilitação para, por exemplo, dirigir um ônibus escolar.