Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Rodrigo

Médico alerta e destaca a importância da prevenção ao suicídio

O médico psiquiatra do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), Octávio Augusto Michels, participou na tarde da última quarta-feira (18) da Sessão do Legislativo. Convidado pelo vereador Moacir Dalchiavan (PP), ele falou sobre os crescentes casos de suicídio e a importância da família estar ao lado dos pacientes.

O suicídio é dividido em três etapas: o primeiro é o pensamento, o segundo é o planejamento e a terceira é a tentativa. De acordo com o Dr. Octávio, de cada 100 pessoas no Brasil, 17 têm pensamentos suicidas, 5 planejam e uma de fato tenta o suicídio. No país, são aproximadamente 11 mil mortes por suicido todo ano.

“Por isso a importância da prevenção”, pontuou o médico. Atualmente, a faixa entre os 20 a 40 anos é a mais afetada. “É preciso estar atento aos fatores de risco, como as doenças mentais, a depressão, o transtorno bipolar, o alcoolismo e a dependência química”, afirmou. Além destes, há também fatores ligados muitas vezes a questões familiares.

Para o Dr. Octávio, a melhor maneira de prevenir e tratar é compreender que o pensamento suicida serve de alerta. “O primeiro passo é buscar estimular a pessoa a procurar ajuda médica para que ela consiga identificar a presença da doença mental e tratar porque o risco acaba desaparecendo”.

No Município de Pato Branco, o CAPS, as unidades básicas de saúde, a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) com o apoio do SAMU (Serviço Móvel de Urgência) compreendem a rede de atendimento de saúde mental.

Setembro Amarelo – desde 2014, o mês de setembro foi escolhido para a realização de campanhas que visem ressaltar a necessidade da prevenção do suicídio. Na Câmara de Vereadores há projeto de lei tramitando com o intuito de instituir no Município o “Setembro Amarelo”. De autoria do vereador Moacir, o projeto quer dar ainda mais visibilidade para um tema de extrema relevância.

“Esse tem sido um mal silencioso e que vem acometendo milhares de brasileiros. Com o projeto e campanhas de conscientização, queremos chamar atenção para o tema e destacar a importância do atendimento médico e da família na prevenção e no tratamento dos pacientes com risco de suicídio”, afirmou o vereador.