Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Munhoz procura esclarecer episódio

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Pato Branco, realizada ontem, o funcionário contratado como Recibo de Pagamento Autônomo (RPA) na prefeitura, Pablo Pereira Munhoz, participou como convidado, pelos vereadores Valmir Tasca (PFL) e Marco Pozza (PMDB), para esclarecer as dúvidas levantadas pelo vereador líder do PT, Volmir Sabbi sobre a oferta de Mestrado Interinstitucional (Minter) no município.Em sua explanação, Munhoz falou da sua experiência de trabalho, segundo ele, em instituições coma a Organização das Nações Unidas para a Ciência e a Cultura (Unesco). Ele procurou esclarecer as etapas do processo para trazer o Minter para um município, dizendo que, atualmente, pessoas da cidade estariam fazendo projetos de mestrado, alguns com orientação de Munhoz, para serem encaminhados. Depois de aprovados, esses projetos criarão uma demanda de qualidade, e com isso, seriam definidas as instituições promotora e receptora.Sabbi declarou que as informações prestadas por Munhoz não estão de acordo com a portaria 067/2005 da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). De acordo com ele, em nenhum momento esta portaria fala sofre a formação de uma “demanda de qualidade”. O vereador fez vários questionamentos, porém, o tempo regimental se esgotou. O líder do governo na Casa de Leis, vereador Aldir Vendruscolo (PFL), manifestou seu desejo de continuar com a sessão para que Sabbi pudesse sanar suas dúvidas, esclarecendo o episódio para toda a comunidade. Assim, foi cedida uma última pergunta para o vereador do PT.Ao final, vendo que ainda existiam questões a serem resolvidas, o vereador Nelson Bertani (PDT) indicou a realização de uma Sessão Especial para tratar do assunto, que deverá ser proposta na próxima segunda-feira.