Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Presidente assina documento que consolidada o Parque Tecnológico Binacional

Na última sexta-feira, dia 30, foi assinado na cidade de Pato Branco, o acordo de cooperação cientifica tecnológica e financeira, entre a Fundação Parque Tecnológico Misiones e a Pato Branco Tecnópole. No ato de retificação e ratificação de um acordo anterior, os representantes da sociedade civil organizada e da área da tecnologia da informação, elegeram a primeira diretoria do Parque Tecnológico Binacional ( Argentina/Brasil).O presidente do Parque Tecnológico de Misiones (PTMi), Carlos Galian, disse que a reunião foi história, pois, é o fato mais importante de toda a trajetória da Pato Branco Tecnolópe e o Parque de Misiones. Ele acredita que, a partir de agora, com a composição da governança é possível executar ações concretas.O vice-prefeito,Daniel Cattani (PSDB), eleito para dirigir o Parque Binacional, comentou que pretende construir o caminho jurídico e legal. “O processo de constituição de um parque não acontece todo dia, não é um ato corriqueiro”, ressaltou Cattani, ao lembrar que não existe um caminho definido. O presidente do Legislativo, Laurindo Cesa (PSDB), que representou a instituição na reunião, disse que espera que o desenvolvimento tecnológico construa novas bases, novos caminhos entre Pato Branco e a Argentina. Na opinião do presidente da Pato Branco Tecnópole, Itamir Violla, as ações realizadas e pensadas serão amparadas e, acima de tudo, por decisões soberanas, podendo, inclusive, gerar os seus devidos resultados. Entre as ações, a Feira Internacional de Comercialização, encontro de incubadoras, o evento Tecsul e ações de capacitação.A Universidade Tecnológica Federal (UTFPR), campus de Pato Branco, segundo a diretora Trangrini Assmann, representa no conselho do Parque Binacional as instituições de ensino superior. O foco é a pesquisa, a troca de experiências e futuramente um convênio na área de pós-graduação (Pato Branco e Argentina).Memória: O Parque Tecnológico Binacional – Argentina/Brasil foi criado através de um acordo firmado em 12 de setembro de 2003, na cidade de Pato Branco, entre o Parque Tecnológico de Misiones, na Argentina, e a Pato Branco Tecnópole . O último encontro foi realizado na cidade de Posadas, província de Misiones, e teve como objetivo validar o modelo de Governança para o Parque Tecnológico Binacional Argentina/Brasil e definir ações de curto e médio prazo do mesmo. Várias ações foram propostas na ocasião e muitas já estão sendo colocadas em prática.