Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Presidente Legislativo destaca o trabalho desenvolvido pelos agentes ambientais

O secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, entregou, nesta sexta-feira (29), em Pato Branco, uma esteira que irá auxiliar no trabalho de coleta seletiva que é realizada pela Cooperativa dos Agentes Ambientais de Pato Branco (Cooperpb). A entrega do equipamento foi feita pelo projeto “Paraná e Tetra Pak em Ação”. Ato de entrega contou com a presença do vice-prefeito Daniel Cattani (PSDB), secretário de Meio Ambiente de Pato Branco, Normelio Bonatto, do presidente do Legislativo Laurindo Cesa (PSDB), vereadores William Machado (PMDB), Nelson Bertani (PDT) e presidente da Cooperativa dos Agentes Ambientais de Pato Branco (Cooperpb), Amilton Maranoski. O presidente Laurindo Cesa disse que o Meio Ambiente é quem vai garantir o futuro das próximas gerações, ao salientar o trabalho que desenvolve a Cooperativa dos Agentes Ambientais de Pato Branco. Aliado a ação dos agentes, segundo o presidente, está a atuação do Legislativo, os vereadores têm se preocupado com o desenvolvimento sustentável, com o processo ecologicamente correto, quando apresentam projetos que fomentam a preservação no meio ambiente.O vereador William Machado, engenheiro do IAP ( Instituto Ambiental do Paraná), explicou que a empresa Tetra Pak está assumindo o ciclo do produto com o recolhimento da embalagem do produto que coloca no mercado. William comentou que esse será um processo natural das grandes empresas que geram embalagens no Brasil, quando destacou que no município de Pato Branco e na região Sudoeste, o IAP já resolveu a questão das embalagens de produtos agroquímicos e na fase de conclusão, o projeto das embalagens de lubrificantes. O projeto além de contribuir com a preservação ambiental, ressaltou secretário do Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Rasca Rodrigues, promove a inclusão social, gera emprego e renda. O município recebeu o equipamento por fazer parte do G22 – grupo formado pelo Programa Desperdício Zero, da Secretaria, que é formado pelos 22 municípios paranaenses que geram 90% de resíduos destinados no Estado. O presidente da Cooperpb, Amilton Maranoski, disse que o equipamento vai incrementar o processo de reciclagem, pois atualmente a separação do material é manual, sistema de madeirite. A coleta do lixo é realiza por 20 cooperados, segundo ele, sem contar o trabalho que é feito internamente. “Mais de 100 pessoas têm a cooperativa como a sua principal fonte de renda”, ressaltou.