Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projeto autoriza Executivo a contratar através de Teste Seletivo Simplificado

Na sessão plenária de segunda-feira (25), da Câmara Municipal, os vereadores debaterem e votaram sete projetos de lei, e uma moção de aplauso. Entre os projetos, três de autoria de vereadores.O projeto de autoria da vereadora Leunira Viganó Tesser (PDT), declara de utilidade pública a Associação de Mulheres Rurais de Pato Branco (AMR). Os projetos de autoria do vereador Geraldo Edel de Oliveira, Ito Oliveira (PV) institui no município de Pato Branco a “Semana Municipal Todos Contra a Pedofilia”. O evento deverá ser realizado anualmente nos dias 18 e 24 de maio, ainda, projeto de lei que institui a “Marcha de Combate à Violência Contra a Pessoa Idosa”.O projeto enfatiza às politicas públicas voltadas às pessoas idosas, notadamente no que diz respeito à violência. O movimento objetiva chamar atenção da comunidade o do Poder Público para a questão da violência contra idosos, bem como atender a legislação federal e municipal que impõem o dever do Município em assegurar e proteger os direitos das pessoas idosas.Aprovada a moção de aplauso apresentada pelos vereadores Enio Ruaro (PR) e Clovis Gresele (PP), a ser concedida a equipe da Escola Municipal Pequeno Príncipe, pelo trabalho desenvolvido com as crianças na educação integral, ainda, pelo lançamento do Jornal Pequeno Príncipe. **Poder Executivo**Entre os projetos do Executivo, os vereadores aprovaram o projeto que autoriza o prefeito Augustinho Zucchi (PDT) a contratar servidores por prazo determinado, precedido de Teste Seletivo Simplificado. A Comissão de Justiça e Redação exarou parecer contrário. O vereador Raffael Cantu (PC do B) foi o relator da matéria. Cantu justificou o parecer amparado, segundo ele, na legislação. Pela lei, a contratação deve ser realizada através de concurso público. As contrações são para cargos permanentes. “Não existe, por exemplo, caráter temporário na educação em tempo integral”, ressaltou, apontando que existe ausência de planejamento na administração municipal. Já o Projeto de Lei 193/14, aprovado em primeira discussão e votação, autoriza o Executivo a conceder subvenção social a Associação dos Portadores de Deficiências da Escola Rocha Pombo, no valor de R$ 24.100,00, de agosto a novembro, divididos em quatro parcelas, sendo três de R$ 6 mil e a última parcela de R$ 6.100,00.**Tribuna**A convite do vereador Ito Oliveira participaram da sessão, representantes da Comunidade Terapêutica uma Nova Maneira de Viver, Paulino Andrade e Mauricio Aguiar. Mauricio comentou e explicou as ações que são realizadas para recuperar dependentes químicos. Atualmente a comunidade terapêutica atende 18 pessoas, mas o objetivo é alcançar 30.