Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projeto cria Escola de Artes no município

O Projeto de Lei nº 75/2007, que cria a Escola Municipal de Artes, foi aprovado em segunda discussão e votação na sessão da última quinta-feira, da Câmara Municipal de Pato Branco. A escola irá oferecer cursos de teatro, teatro de bonecos, dança moderna, dança folclórica, circo, desenho e tai-shi-shuan.A relatora da Comissão de Justiça e Redação, vereadora Márcia Kozelinski (PPS), ressaltou a importância da cultura, principalmente para as crianças. “Estamos dando a oportunidade de essas crianças aprenderem uma atividade artística, desenvolvendo o equilíbrio emocional e o pensamento crítico”, disse. Na Comissão de Políticas Públicas, coube a relatoria ao vereador Osmar Braun (PV), para ele, o projeto valoriza a cultura de Pato Branco e cria mais um espaço para o desenvolvimento da cultura na cidade. Na primeira votação, Braun pediu para que o prefeito, Roberto Viganó (PDT), desse uma resposta a outra manifestação cultural de Pato Branco, a orquestra sanfônica, que está “mendigando por recursos”. O pedido para que o Executivo diga se var dar subvenção a orquestra foi reiterado na segunda votação.O último relator, vereador Nelson Bertani (PDT), membro da Comissão de Orçamentos e Finanças, enumerou as atividades oferecidas pela escola. Para ele, são ações que merecem elogios. “Com a aprovação desse projeto, a Escola de Artes passa a ser uma lei permanente, para que outros prefeitos continuem o trabalho”, afirmou.O vereador Guilherme Silverio (PMDB) contou que havia apresentado emenda no orçamento com objetivo de criar uma companhia que teria trabalho semelhante a Escola de Artes. “Eu tinha o desejo de que esse trabalho acontecesse. Quero manifestar minha preocupação sobre a falta de planejamento existente nos departamentos de esporte e cultura, pois não existe um projeto definindo que diga aonde esses departamentos querem chegar. Também acredito que seja necessário reunir todas as manifestações culturais existentes no município, um exemplo, a orquestra sanfônica, citada pelo vereador Braun, e reuni-las para discutir formas de dar apoio a essas manifestações”, disse.O líder do PMDB, vereador Marco Pozza, apresentou emenda a LDO no ano passado, destinando recursos para o departamento de cultura. “Acompanhei as atividades desenvolvidas pela coordenadora do Centro Municipal de Artes, Eliane Gauze, e observei as dificuldades enfrentadas para trabalhar com a cultura. Quero parabenizar a secretária municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Solange Amadori de Oliveira, e Eliane Gauze, que incentivaram esse trabalho e todas as pessoas que fazem parte da secretaria e da Escola de Artes, assim como a comunidade de Pato Branco, que ganha com isso.”