Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projeto declara de utilidade pública Associação de Pastores Evangélicos

O Plenário da Câmara Municipal aprovou dez projetos de lei, entre eles, o que declara entidade como de utilidade pública na sessão ordinária de quarta-feira (18). De autoria dos vereadores Guilherme Silverio (PMDB) e Vilmar Maccari (PDT), o projeto aprovado em primeira discussão e votação, declara de utilidade pública a Associação de Pastores Evangélicos de Pato Branco (Aspep)A matéria tramitou com o parecer favorável exarado pela Comissão de Justiça e Redação. No plenário, o relator da CJR, vereador Laurindo Cesa (PSDB), ressaltou que a entidade cumpriu os requisitos legais, quando enalteceu o trabalho que desenvolve a associação e, ainda, cumprimentou os autores do projeto e os diretores da entidade.Um dos eventos que a entidade promove, segundo o vereador Maccari, é a Semana da Cultura Evangélica. O evento é anual e unifica a sociedade, os evangélicos de todas as igrejas. Ele recordou que, a semana foi instituída por projeto de lei aprovado pelo Legislativo e sancionado pelo Executivo, de autoria do vereador Silverio.“A associação conta 22 igrejas e aproximadamente cem pastores”, lembrou Silverio, quando destacou que entidade vive um momento histórico. Segundo o vereador, a declaração de utilidade pública “representa credibilidade que o Poder Público deposita na associação”.“Recebemos com muita alegria a decisão dos vereadores”, afirmou o pastor Hari Waldow, presidente da Aspep, porque a entidade terá condições mais amplas de se envolver nas questões sociais. “A gente conseguiu a declaração, graças aos vereadores que batalharam por isso”, disse o pastor.**Histórico**Associação de Pastores Evangélicos de Pato Branco (Aspep), foi fundada no dia 17 de setembro de 1992. É uma entidade civil, de caráter religioso, sem fins lucrativos e sem compromisso político-partidário. A entidade adota programas de aperfeiçoamento cultural e espiritual de seus membros através de retiros, simpósios e conferências.