Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projeto declara de utilidade pública Associação dos Surdos de Pato Branco

Na sessão plenária da Câmara Municipal de quarta- feira (13) foram aprovados nove projetos de lei e requerimentos dos vereadores. Entre os projetos aprovados, em primeira discussão, está o de nº 36/2013, de autoria do Executivo Municipal, que pede autorização para contratar financiamento junto à Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 10.845.044,00. O prazo de carência será de 48 meses. A amortização das ações financiadas será de até 20 anos. A taxa nominal de juros é de 6% ao ano. A contração objetiva a pavimentação asfáltica das ruas Ivaí, Marilia, Teotônio Villela e Tocantins junto ao Ministério das Cidades, via PAC2- Pavimentação e Qualificação de Vias Urbanas. Dois projetos de lei, de autoria dos vereadores Guilherme Silverio (PMDB) e Laurindo Cesa (PSDB), também foram aprovados durante a sessão ordinária. Laurindo propôs a denominação de via pública de Maurício Batista Menosso, cidadão que contribuiu com o processo de desenvolvimento da cidade, lembrou o vereador, ao justificar a homenagem. O segundo projeto, de autoria do vereador Silverio, declara de utilidade pública municipal a Associação dos Surdos de Pato Branco, entidade civil sem fins lucrativos, com sede na rua Itacolomi, anexo ao Colégio Castro Alves.A votação da matéria foi acompanhada pelos membros da entidade e professores. Durante o processo de discussão e votação, os professores através da língua de sinais explicavam como estava o andamento da votação e aprovação do projeto.Silverio ressaltou na sua fala que a entidade reúne a comunidade surda e por meio de contatos sociais, culturais e esportivos, promove a inclusão social. Ele lembrou que o trabalho de apresentação do projeto iniciou há mais de dois anos, pois a declaração de utilidade pública além de reconhecer o trabalho que é desenvolvido, a iniciativa vai integrar à associação nas ações de politicas públicas, inclusive com o acesso a recursos financeiros. Outra meta, ressaltou Silverio, é buscar a declaração de utilidade pública estadual e federal.