Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projeto torna Taxa de Coleta de Lixo mais justa

Vereadores aprovaram na sessão extraordinária de ontem (19), da Câmara Municipal de Pato Branco, o projeto de lei complementar que altera a forma da cobrança da Taxa de Coleta de Lixo no município. As mudanças são: o pagamento da taxa através de carnê separado e que será distribuído junto com o boleto do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU); e a forma de cálculo do valor da taxa, que agora será proporcional a quantidade de lixo produzida por cada contribuinte e na quantidade de vezes por semana em que é feita a coleta. A matéria foi aprovada em primeira discussão por unanimidade e volta para a pauta de hoje (20) para segunda votação.Para o vereador Nelson Bertani (PDT), que foi relator da matéria na Comissão de Orçamentos e Finanças, essa forma de cálculo é mais justa que a atual, onde grandes geradores de lixo, como restaurantes, pagam quase o mesmo valor que residências. “Com a aprovação desse projeto, vamos pagar pela coleta de lixo um valor proporcional a quantidade de lixo gerada. Para chegar a essa proposta, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente pesou o lixo produzido e distribuiu os locais em seis faixas. A taxa para uma residência em que a coleta será diária, por exemplo, será de R$ 7,21. No caso de coleta três vezes por semana, a taxa será de R$ 3,60. Ou seja, a grande maioria da população, 18 mil residências, pagará 3,60 de taxa de coleta de lixo”, explicou.O vereador Cilmar Pastorello (PR) ressaltou que, com o trabalho realizado pela secretaria de meio ambiente, a taxa de coleta de lixo passa a ser uma cobrança legal. “Isso porque tornamos a taxa cobrada anteriormente, que era indivisível, pois era um valor dividido pelos bairros independente da produção de cada um; numa taxa divisível, cobrando proporcionalmente o que cada um gera de lixo”, disse.