Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Projetos da saúde, mobilidade, educação e das sucatas de veículos tramitando no Legislativo

Já estão tramitando no Legislativo quatro projetos de lei de autoria de vereadores. Os projetos  foram lidos durante a sessão ordinária da última segunda-feira (17) e tem a autoria dos vereadores Geraldo Edel de Oliveira, Ito Oliveira (PV), Vilmar Maccari (PDT) e Rafael Cantu (PCdoB).**Saúde**A matéria, de autoria do vereador Ito, propõe a Semana Municipal de Incentivo à Doação de Medula  Óssea.  A campanha deve realizar-se de 14 a 21 dezembro, para estimular a doação voluntária de medula, ampliar as possibilidades de localização de doadores compatíveis, além de conscientizar e difundir a necessidade de se ter doadores.Segundo o vereador, o projeto ainda prevê atividades de orientação, capacitação e educação continuada sobre transplantes, doação e identificação de doadores, para profissionais da área de saúde, especialmente aos que atuam nas unidades de obstetrícia, oncologia e no Programa Médico Saúde da Família, por intermédio do Hemonúcleo de Pato Branco.**Mobilidade **O projeto de autoria do vereador Cantu dispõe sobre a criação do Sistema Cicloviário para incentivar o uso de bicicletas, contribuindo para o desenvolvimento da mobilidade sustentável.  De acordo com o vereador, o debate que envolve a mobilidade urbana é contemporâneo  e é destaque em fóruns, universidades e órgãos públicos.“O debate surge em meio a um crescente e caótico desenvolvimento urbano, marcado pela falta de planejamento na expansão das malhas viárias”, salienta Cantu, antecipando que, estudos realizados em Pato Branco  revelam que as pessoas não usam a bicicleta pela falta de segurança, falta de ciclovias, locais adequados para as bicicletas, entre outros itens.**Sucatas **O vereador Maccari apresentou dois projetos de lei. O primeiro, proíbe  as oficinas, ferro velho e o cidadão de utilizar via publica para estacionamento de veículos de qualquer natureza, com pendencia de reparos, ou seja, sucatas ou assemelhados.  Conforme o vereador, o projeto exclui serviços de caráter inadiável ou consertos destinados à remoção  do veículo para oficina mecânica.  **Ensino **O segundo projeto, segundo o vereador, normatiza lista de material escolar na rede de ensino. A iniciativa objetiva evitar abusos nas listas de materiais que são cobradas por muitas escolas municipais. O projeto veta, por exemplo,  o papel ofício branco  e colorido, fita adesiva, grampeador e grampo, pincéis, copo descartável e artigos de limpeza.