Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Proposta de mudança de horário das sessões é rejeitada

A discussão da proposta do vereador Vilmar Maccari (PDT) de mudar o horário das sessões ordinárias das 18 para às 14 horas teve a manifestação de quase todos os vereadores durante a sua primeira votação, realizada na sessão de ontem (06), da Câmara Municipal de Pato Branco. A mudança, apresentada por meio do Projeto de Resolução 1/2009, foi reprovada com nove votos contrários. Apenas o autor do projeto votou favorável, e com isso, a matéria será arquivada.“Muitas pessoas me questionaram sobre o porquê de as sessões serem realizadas somente às 18 horas. Para que a população não ache que somos vereadores apenas dás 18 horas em diante, conversei com a assessoria jurídica e alguns vereadores e resolvi elaborar esse projeto, para que o vereador esteja à total disposição da sociedade”, justificou Maccari. Ele ainda destacou que os vereadores desenvolvem atividades durante todo o dia, visitando pessoas nos bairros, indo ao Executivo e participando de reuniões, por exemplo.O argumento mais forte que levou os demais vereadores a reprovarem o projeto foi a impossibilidade de trabalhadores que precisam cumprir horários rigidamente participar de uma sessão que inicie às 14 horas. “Maccari apresenta este projeto bem intencionado, porém, a sessão às 18 horas é um horário onde toda a população pode ter acesso aos vereadores”, opinou Osmar Braun (PR). No mesmo raciocínio, Claudemir Zanco (PPS) destacou que o horário atual foi definido pensando em possibilitar que o trabalhador possa participar das sessões.Os vereadores contrários ao projeto também argumentaram que o horário proposto pelo projeto impossibilitaria muitos cidadão de se candidatarem. “Preocupo-me com os cidadãos que teriam a intenção de se candidatar, mas não poderiam participar de sessões durante a tarde”, disse Guto Silva (DEM). Para o vereador Valmir Tasca (DEM), esse não era o momento oportuno para a apresentação da matéria. “Talvez este projeto possa ser apresentado para a próxima legislatura, quando os interessados saberiam disso antes de se candidatar.” O presidente da câmara, Guilherme Silverio (PMDB), disse que para o presidente é imprescindível cumprir expediente junto com a administração, pois este tem a função de administrar o Legislativo, além de suas atividades como vereador.Buscando agradar a todos, Laurindo Cesa (PSDB) sugeriu que os vereadores pensem numa sessão na sexta-feira a tarde, dando oportunidade para que aqueles que não podem participar a noite possam assistir a uma sessão da câmara, como produtores rurais e crianças.