Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Subsídio do Governo do Paraná pode reativar clínica em Pato Branco

A Clínica que realiza exame de pessoas com necessidades especiais, obrigatórios para candidatos à primeira habilitação e renovação da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), poderá vir a ser reativa em Pato Branco. O exame especial, segundo o vereador Vilmar Maccari (PDT), há dois anos era feito no Município, mas devido ao custo de manutenção os profissionais desativam a clínica. O atendimento é uma antiga luta do vereador, tendo, inclusive, conseguido no passado a instalação da clínica com ajuda do deputado Luiz Augusto Silva, Guto Silva, à época em que estava na Subchefia da Casa Civil do Estado.Recentemente, o Governo do Paraná aumentou a porcentagem paga pelo Departamento de Trânsito (Detran) para parte da taxa do exame médico. A lei foi sancionada pelo governador Beto Richa (PSDB) e garante que o serviço seja ampliado, mas sem aumento de custos aos usuários.Maccari assegura que, a partir agora, é possível revitalizar o atendimento em Pato Branco, inclusive, antecipou o vereador, ele manteve conversa com o médico Fábio Gava, um dos proprietários da clinica que prestava o atendimento. Ele disse que o subsídio pode viabilizar o retorno das atividades. Além disso, lembrou o vereador, está mantendo contatos como o deputado estadual Guto Silva. O parlamentar prometeu empenho no sentido de que a clinica retome as atividades.Com a nova modalidade, o cidadão paga R$ 104,33 pelo exame, diretamente ao Detran. A autarquia faz então o repasse de 80% para a clínica credenciada, o equivalente a R$ 83,46.Com o subsídio, o Detran doba o valor.***Como funciona***O exame médico especial é uma perícia que analisa o desempenho da pessoa com deficiência para direção de um automóvel. Caso a deficiência apresentada impeça do condutor de dirigir um veículo convencional com segurança, são apontadas quais adaptações serão obrigatórias. Os exames especiais estão disponíveis em Cascavel, Campo Mourão, Curitiba, Foz do Iguaçu, Irati, Maringá e Toledo.