Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Terreno que pertencia a Taffi será doado para Doce Celli

O Projeto de Lei nº 106/2006 que revoga a doação de imóvel para Loma Hermosa Ltda (Refrigerantes Taffi) e autoria a doação para Carba Indústria de Alimentos Ltda (Doce Celli), foi aprovado em primeira discussão e votação na sessão da Câmara Municipal de Pato Branco, realizada no último dia 7. O projeto foi retirado de pauta da sessão realizada no dia 9 de novembro.Segundo o vereador Guilherme Silverio (PMDB), relator da Comissão de Políticas Públicas, o projeto chegou ao Legislativo sem alguns documentos importantes. “A Taffi foi multada durante uma fiscalização do Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial), por isso estavam faltando às negativas junto ao projeto, porém a multa havia sido paga e os documentos foram providenciados”, informou.O vereador Nelson Bertani (PDT), relator da Comissão de Justiça e Redação, ressaltou que a Taffi não conseguiu se manter e que o barracão está parado. “Temos que aprovar esse projeto, para valorizar essa empresa de Pato Branco, que irá gerar vários empregos.”O líder do PL, Cilmar Pastorello, que pediu a retira de pauta do projeto, disse que a matéria veio sem a matricula atualizada, uma cópia do contrato social e um documento assinado pela Taffi, onde a empresa abre mão de qualquer indenização futura em relação as benfeitorias. “Estamos doando um imóvel onde existe um barracão construído pela Taffi. Existe um documento anexado ao projeto onde a Taffi abre mão de qualquer indenização contra a Doce Celli. Mas não existe um documento desse teor que protege o município”, disse. De acordo com Pastorello, o barracão construído vale aproximadamente R$ 400 mil, porém, a Doce Celli pagou apenas R$ 40 mil a Taffi. Então, o vereador acredita que a Taffi possa vira a cobrar a diferença no futuro. Por isso acredita que o documento isentando o município é necessário.O vereador Valmir Tasca (PFL) disse que o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Tecnológico, Júlio Lattmann, está providenciando o pedido, que depende da assinatura dos proprietários. “Acredito que o documento estará pronto até a segunda votação do projeto”, disse.Ao final, Bertani citou o documento assinado pela Taffi que isenta a Doce Celli de qualquer indenização futura, sugerindo condicionar a segunda votação da matéria à apresentação de um documento que isenta o município de qualquer indenização futura.