Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Titulo Educação em Destaque relembra a história e projeta o futuro da UTFPR em PB

A Câmara Municipal de Pato Branco promoveu sessão solene na noite de sexta-feira (16) para, conforme proposição da vereadora Leunira Viganó Tesser (PDT), aprovada em Plenário por unanimidade, outorgar à Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR), Câmpus de Pato Branco, o título de Educação em Destaque em homenagem aos 10 anos de sua transformação em universidade.Receberam a homenagem, o reitor da UTFPR, Carlos Eduardo Cantarelli, e o professor Idemir Citadin, diretor-geral da UTFPR, que estavam acompanhados de servidores, alunos e convidados. Representou o Executivo, a secretaria municipal de Educação e Cultura, Heloí Aparecida De Carli, que falou em nome do prefeito Augustinho Zucchi (PDT).Presidida pelo vereador Enio Ruaro (PR), presidente do Legislativo, a solenidade contou com a presença de lideranças políticas, religiosas, da sociedade civil organizada. Em seu pronunciamento, Ruaro destacou que a instituição de ensino superior significa qualidade, qualidade significa melhoria na vida das pessoas. “A sua trajetória em nosso município, constitui-se no antes e depois da implantação da universidade”, afirmou o presidente, quando referenciou os pioneiros que implantaram a Fundação de Ensino Superior de Pato Branco (Funesp), incorporada através de ato do Governo Federal pelo Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet-PR). Em seguida se processou a transformação em Universidade Tecnológica. “É notório o desenvolvimento da região, do município, depois da implantação da universidade”, salientou Ruaro.***Resgate histórico***A autora da homenagem, vereadora Leunira, disse que a universidade é uma instituição capaz de formar conceitos, revelar talentos, exercer liderança, formar líderes, gerar vitórias, enfim, capaz de formar cidadãos melhores para o mundo. Referenciar a Universidade Tecnológica do Paraná é o mesmo que falar de excelência em educação, é o mesmo que falar de Educação em Destaque. Sim, pensamos em reconhecer o mérito desta instituição que desde 1990 começou sua história em Pato Branco. “Educação em Destaque” reconhece e com orgulho os dez anos da Universidade Tecnológica Federal do Paraná.A instituição iniciou sua história em 1990, quando ainda era Centro Federal de Educação Tecnológica – CEFET. Porém, as negociações tiveram início no ano de 1987, onde devemos destacar o então prefeito municipal, Astério Rigon, o deputado federal, Alceni Guerra e o Diretor do CEFET, Ataíde Ferraza. Em 1989, o prefeito Clóvis Santo Padoan, solicitou apoio do Legislativo para a aprovação do Projeto de Lei n° 11/89, que autorizava doar área ao CEFET, originando a Lei n° 819, de 8 de março de 1989. Em 1992 o Ministério da Educação autorizou o funcionamento da unidade e foi realizado o concurso público para a contratação dos primeiros servidores. Em 2003, foi encaminhada a documentação ao MEC, que tinha como secretário da pasta o ministro Cristóvan Buarque. O projeto ficou em discussão por dois anos no Congresso Nacional. Em 07 de outubro de 2005, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva sancionou a Lei n° 11.184, que criou a Universidade.***Integração***O reitor da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Carlos Eduardo Cantarelli, lembrou a trajetória, a caminhada que a instituição fez durante os últimos anos. Uma das prioridades, segundo ele, é a inserção na sociedade, a instituição nasceu para servir a comunidade, para fomentar o desenvolvimento social e econômico. Em Pato Branco, ressaltou Catarelli, estão em andamento projetos importantes, os projetos de ampliação da área física da universidade. Os investimentos em um curto espaço de tempo.O reitor lembrou que a presença da universidade em Pato Branco é fruto da união de todas as entidades, e que toda a transformação se dá através da educação. Há mais de 40 anos atuando na educação, ele citou que a instituição passou por seis transformações, e acompanhei três processos. Uma como aluno e as demais como professor.O futuro prevê que a universidade no Paraná passe de cinco mil servidores e de 55 mil alunos, quando finalizou o seu pronunciamento salientando que “um sonho sonhado por um é apenas uma sonho. Um sonho sonhado por todos é uma realidade”, ***Expansão*** A instituição gera um impacto atual na renda do município de R$ 6.800.000,00 mensal, 50% desse valor é gerado pela folha de pagamento dos servidores, valor liquido, conforme o diretor Idemir Citadin, acrescentando que está prevista a ampliação de oferta de vagas públicas e no número de servidores, que elevaria a participação no Produto Interno Bruto (PIB) municipal dos atuais R$ 6,8 milhões para R$ 9,8 milhões mensais. Além disso, há previsão de aproximadamente R$ 30 milhões em investimentos em obras, equipamentos e livros.Essa expansão está ligada à continuidade do Plano de Educação Federal, que prevê a ampliação de vagas, e a ampliação da área física. Atualmente, o espaço não permite mais expansão. Finalizou o discurso, solicitou um momento de recolhimento, de reflexão, quase uma oração: pensar na origem, na história e projetar o futuro juntos. Como será a UTFPR e o Câmpus de Pato Branco em 2050?Então, solicito aos vereadores que, se intenderem que a expansão do câmpus e da oferta de vagas públicas, é interessante, que nos ajude a convencer o Executivo {prefeito} a repassar área física para permitir que a expansão ocorra.