Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Vereador apresenta possíveis irregularidades na Divisão de Políticas Habitacionais

Possíveis irregularidades no sistema de distribuição de casas construídas com recursos do Governo Federal foram apresentadas pelo vereador Gilson Feitosa (PT), que usou o espaço do Grande Expediente da sessão de ontem (10), da Câmara Municipal de Pato Branco. O vereador buscou assinaturas para poder apresentar requerimento para instauração de uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para investigar o caso.“Algumas pessoas me procuraram dizendo que existem irregularidades na distribuição das casas. Pedi por meio de requerimento os cadastros das pessoas que esperam receber uma casa dos projetos de habitação, mas a reposta enviada pelo Executivo foi incompleta”, relatou o vereador. Ele também contou que foi impedido pelo chefe da Divisão de Políticas Habitacionais, Rodrigo José Correia, de participar do sorteio das casas do Projeto Habitacional São Roque.O vereador anexou no requerimento que pede a abertura da CEI vários depoimentos de pessoas denunciando possíveis problemas com a distribuição das casas. “Essas declarações relatam as possíveis irregularidades nesse processo e essas pessoas estão dispostas a confirmar suas declarações prestando depoimento na Câmara”, afirmou.Com base nesses depoimentos e outros fatos que estão descritos no documento que pede a abertura da CEI, o vereador acredita que é dever do Legislativo investigar por meio da comissão essas possíveis irregularidades que foram apresentadas a ele por cidadãos do município.“Não estou afirmando que houveram irregularidades, mas que existem indícios de que foi usado desse programa de habitação para se obter vantagens políticas ou de outra natureza. Por isso, acredito que temos que abrir essa CEI para investigar como é feito e que critérios são utilizados para a distribuição das casas. Se forem confirmados os problemas, vamos enviar o processo para o Ministério Público. Casa não se comprove qualquer irregularidade iremos apresentar a comunidade como funciona esse processo”, disse.