Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Vereador apresenta possíveis irregularidades no Departamento de Cultura

O vereador William Machado (PMDB) usou na sessão de segunda-feira, 23, o Grande Expediente, quando comentou a respeito dos documentos contáveis, gastos feitos pelo Departamento de Cultura. Na sua fala, ele relatou que existem inúmeras despesas quitadas através de recibos e não com notas ficais e, ainda, notas pagas sem identificação do comprador, sem constar o número do CNPJ do Município e aquisição de gêneros que, ao seu ver, não tem nada haver com o teatro.“Não estou discutindo se o valor é elevado ou baixo. Estou debatendo a forma de gerenciamento do dinheiro público”, afirmou o vereador William, que citou, por exemplo, pagamento de moto táxi, compra de bebidas alcoólicas, carne, aquisições de títulos para a biblioteca em nome de terceiros.O vereador comentou que requisitou os documentos com base em denúncias, por isso, está dando a resposta a quem lhe comunicou o fato. Ainda, conforme o vereador, ele tomou conhecimento de outra informação. Pelos dados, ele deve pedir informações sobre os bens patrimoniais existentes no Teatro Naura Rigon. Na Tribuna Livre, William adiantou que o trabalho somente está iniciando e que pretende aprofundar os fatos. Agora, se o município já está tomando as devidas providências, tudo bem, faz parte o modelo gerencial de quem observou um erro. “Eu sempre digo, com dinheiro público tem que se tomar muito cuidado e não é só isso, se entrou no caixa indevidamente e saiu indevidamente, alguém deve ser responsabilizado”, salientou o vereador, ao comentar que tem observado a defesa do Executivo, que vem pagando R$ 20 milhões de precatórios trabalhistas, mas, se ingressasse na Justiça contra os que geraram o passivo, eles pagassem do seu bolso, com certeza daqui a dois ou três anos, não existiria ninguém fazendo besteira com o dinheiro público. “Então, a responsabilidade passa a ser do Executivo. É ele é quem deve prestar as considerações fanais. O meu papel é de fiscalizador. Estou exercendo e tentado fazer da melhor maneira possível”, lembrou o vereador.