Notícias

Pato Branco, PR °min °max

Autor: Admin

Vereadores mantêm veto integral, mas condicionado a um novo projeto de remoção de entulhos

Os vereadores aprovaram, na sessão plenária de quarta-feira (28), na Câmara Municipal, nove projetos de lei, entre eles, o que aceitou veto integral ao projeto que alterava o Código de Postura, que concede moção de aplauso à Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Pato Branco (Apae), e o projeto que autoriza o prefeito a conceder subvenção social ao Centro de Recuperação de Toxicômanos e Alcoólatras de Pato Branco (S.O.S Vida), no valor de R$ 50 mil, divididos em parcelas, a partir do mês de junho até o mês de novembro de 2014. O debate ficou centrado ao veto do prefeito Augustinho Zucchi (PDT), ao projeto de autoria dos vereadores Guilherme Silverio (PROS), Vilmar Maccari (PDT), Claudemir Zanco, Biruba, (PROS) e Enio Ruaro (PR), que alterava o artigo que dispõe sobre materiais que não são considerados lixos e que devem ser removidos pelos proprietários ou possuidores. Com a mudança, a terra, a folha, galhos dos jardins e quintais particulares, passariam a ser considerados lixos, e a remoção de responsabilidade do Município. O líder do PR, vereador Enio Ruaro, um dos proponentes do projeto, explicou no plenário que antecedeu a decisão do veto, uma reunião com o prefeito Zucchi. Durante a reunião, o prefeito formalizou um acordo, entendimento, no sentido de tramitar um novo projeto. A nova versão retira a exigência {obrigação} da remoção de terra, permanecendo, no entanto, folhas e galhos. Para Ruaro, o entendimento é melhor, supera uma boa briga, por isso, ele {Ruaro} aceitou a proposição do Executivo, mas depois de um entendimento com os demais vereadores que assinaram o projeto. O novo projeto começou a tramitar paralelamente a votação do veto e com as alterações geradas a partir da reunião com o prefeito Zucchi, disse o vereador.